19 janeiro 2018

MÚSICA | 4 artistas brasileiros para conhecer

Foto: Toffee Drops
ALÔ, GENTE! Depois de alguns posts com uma temática mais séria, vamos de uma vibe mais leve hoje? Vamos sim! Faz mó tempão que eu não falo sobre música aqui com vocês e, pra hoje, eu decidi trazer alguns artistas brasileiros que vocês, talvez, ainda não conheçam porque como eu sempre digo: tem muita coisa boa aqui no nosso Brasilzão! Simbora ver as sugestões?
Eis aqui a minha drag queen favorita! Gloria Groove é a drag de Daniel Garcia, um moço que já era envolvido com música muito antes de virar queen, mas foi como Gloria que ganhou o meu, e muitos corações. É misturando rap e pop que a talentosíssima Gloria faz a sua música. Em 2016 lançou seu primeiro single Dona e em 2017 lançou o EP O Proceder. Recentemente Gloria lançou o clipe de Muleke Brasileiro e a música Bumbum De Ouro (que a gente tem que fazer acontecer nesse Carnaval, hein!). 
INDICO PRA QUEM? Pra quem curte drags, balançar a raba e também ouvir rap.
Acompanhe Gloria nas redes sociais: Youtube | Facebook | Instagram | Spotify
Quer paz nesse coraçãozinho? Vai ouvir Melim! A banda é formada por três irmãos: Rodrigo e Diogo que são gêmeos e Gabriela, a irmã mais nova e vocalista do grupo. Talvez vocês se lembrem desses rostinhos porque eles já passaram pelo programa Superstar da Globo, e, além disso, também são os compositores de Zero A Dez, a música da Ivete Sangalo com o Luan Santana, tá bom ou quer mais? hahah. 
INDICO PRA QUEM? Pra quem curte músicas zen, com vibe de praia e artistas como MAR ABERTO, Anavitoria e Chimarruts.
Acompanhe Melim nas redes sociais: Youtube | Facebook | Instagram | Spotify
A IZA já ganhou post aqui e Pesadão já tá tocando em tudo que é lugar, mas acho que muita gente ainda não sabe o nome da rainha e é válido dar um espacinho pra ela nesse post. IZA começou postando covers na internet e logo ganhou vários inscritos e um contrato com uma gravadora, desde então, ela tem trabalhado com músicas autorais e ganhado cada vez mais espaço no cenário da música brasileira. 
INDICO PRA QUEM? Pra quem curte pop estilo Ludmilla, Lexa e Anitta.
Acompanhe IZA nas redes sociais: Youtube | Facebook | Instagram | Spotify
Jade é outro mulherão da lista que começou a ganhar sucesso com covers, mas o amor pela música tava lá desde pequenininha. Apesar do público no seu canal, foi quando entrou no The Voice Brasil que Jade ganhou visibilidade mesmo (eu mesma conheci ela por lá!), ela terminou o programa como semifinalista e, desde então, já abriu o show da drag queen Adore Delano e lançou os singles Brasa e Vou Passar
INDICO PRA QUEM? Pra quem curte um estilo mais alternativo, com uma pegada bem sensual, meio Lana Del Rey.
Acompanhe Jade nas redes sociais: Youtube | Facebook | Instagram | Spotify
Cabô! Quem aí vocês já conheciam? Contem aí embaixo pra mim! Ah, antes de ir, eu prometi pra mim mesma que daria mais atenção à fanpage do blog esse ano, então quem quiser dar uma ajudinha e curtir, tá aqui o link, é só clicar! Se tiver fanpage também deixa aí embaixo pra eu ajudar. Um beijão 

VEJA MAIS:
Me acompanhe também nas redes sociais: 

15 janeiro 2018

#BDAY | 20 coisas que aprendi com 20 anos

OI, GENTE! Tudo bem aí? Por aqui tá tudo ótimo! Como alguns sabem, no último dia 12 eu completei 20 aninhos de vida! Tô velha, mas a carinha de 15 permanece, fazer o que? HAHAHA. Eu queria trazer algo especial no dia do meu aniversário mesmo, mas acabei atrasando porque né, tava comemorando! Mas aí lembrei de um post assim que vi lá no blog da Mands, o Quebrar O Silêncio, achei a ideia maravigold e, como sei que vocês também curtem posts mais pessoais, quis trazer pra cá. Foi bem difícil listar só 20 coisas, hein? Mas tentei separar as coisas mais importantes e que mais me marcaram, bora ver?
1. BOM OU RUIM, TUDO PASSA.
Tudo mesmo. Desde que eu fiz aquele meu desabafo aqui no blog, eu já tive váaarios altos e baixos, dias felizes, dias tristes e dias com todos os sentimentos misturados e cara, é uma loucura. A vida toda é muito doida, mas é isso: tudo vai passar alguma hora.

2. SE NÃO PERGUNTAR, A RESPOSTA SERÁ SEMPRE NÃO.
Esses dias enquanto eu assistia uma entrevista das meninas do Anavitória, a Vi disse algo como: "Pô, o não a gente já tinha, né? Então corremos atrás do sim." e não é que é verdade? Não fazer nada e tentar e receber um não é basicamente a mesma coisa, só que na segunda opção, pelo menos você tentou, sabe? Aquela sensação de "E se..." não vai te matar depois.

3. USE OS SEUS 20 SEGUNDOS DE CORAGEM.
Ainda seguindo a linha do tópico anterior: ás vezes a gente só precisa de 20 segundinhos de coragem. Seja pra perguntar alguma coisa, pra falar algo que tá entalado na garganta, pra começar algo novo. Na maioria das vezes, se a gente esperar se sentir 100% pronto, vamos acabar não fazendo nada. O importante é começar quando der vontade, quando os seus 20 segundinhos gritarem "VAI!". Mas é claro, use-os pro seu bem e das pessoas à sua volta, pelamordedeus
Foto: Joseph Gonzalez
4. MÚSICA É A MELHOR COISA DESSE MUNDÃO.
Não existe nada que uma boa música não cure, não existe fossa que não fique melhor de sentir do que com aquela playlist da bad que te faz chorar horrores, não existe felicidade que não possa ser triplicada ouvindo uma música animada.

5. VOCÊ NUNCA ESTÁ SOZINHO.
Por mais que pareça. Existe sempre alguém com quem contar. Seja algum amigo, algum familiar, alguém que você conheceu virtualmente. Sempre existe alguém que vai se importar contigo.

6. SABER DIZER "NÃO" É IMPORTANTE.
Esse é difícil até hoje pra mim, apesar de eu já ter aprendido que é essencial. Dizer "não" não é algo feio e nem faz de você uma pessoa ruim (inclusive, existe uma linha muito tênue entre ser boazinha e trouxa). Ás vezes a gente só não tá afim, ou não pode, ou não tem como fazer aquilo. E mais que isso, é importante saber aceitar o não dos outros. Acho até que o jeito com o qual lidamos com os nãos da vida, diz muito mais sobre nós mesmos do que sobre quem nos negou alguma coisa.

7. MAS SE PERMITIR DIZER "SIM" TAMBÉM É!
Eu sou uma pessoa muito insegura, então tenho tendência a dizer não pra experiências que me desafiem de qualquer forma, mas já fazem alguns anos que tenho lutado contra isso e cada vez que eu me permito dizer sim eu me sinto melhor. Já passei por muitas situações nas quais disse não por medo e depois fiquei me corroendo por dentro e depois de tantas oportunidades perdidas, acabei percebendo que não vela a pena, então permita-se.
Minha foto favorita nossa, bebê
8. AMIGOS NÃO PRECISAM ESTAR SEMPRE JUNTOS.
Eu e minha melhor amiga estudávamos juntas desde o ensino fundamental até o primeiro ano do Ensino Médio, depois disso acabamos nos separando e hoje em dia moramos em cidades diferentes. A gente não se vê mais com tanta frequência, mas o amor permanece e eu aprendi que a distância não é capaz de acabar com nenhuma amizade se as duas partes estiverem dispostas a fazer funcionar.

9. TUDO TEM O SEU TEMPO.
É complicado. Nós sempre achamos que o tempo certo é quando a gente quer, mas a realidade é que a gente nunca sabe quando tá pronto ou não, e ás vezes as coisas não acontecem quando, nem como queremos, mas é porque era pra ser assim, simplesmente. 

10. GASTAR DINHEIRO COM EXPERIÊNCIAS NÃO É PERDER, MAS GANHAR.
Eu admito: sou pão dura pra caramba mermo. Sempre penso duas vezes antes de gastar o meu dindim, mas se teve uma coisa que eu aprendi é que gastar dinheiro com experiências e com os seus amigos (e comida, claro) é sempre válido.

11. NÃO. SE. COMPARE.
Ô gente, melhor aprendizado! Se comparar é uma coisa terrível, sério. Ainda mais porque nós sempre comparamos o nosso início com o meio de alguém, entendem? Não é justo e não vale a pena. 
Livro: Outros Jeitos de Usar a Boca, Rupi Kaur
12. TER EMPATIA E GRATIDÃO É TUDO DE BOM
Existe uma frase de Skam que eu trouxe pra vida: "Todos que você conhece estão lutando em uma batalha que você não tem conhecimento. Seja gentil. Sempre." e empatia é exatamente isso, tentar enxergar com os olhos da outra pessoa o porquê de ela ter feito ou dito tal coisa. Gratidão é simplesmente ser grato, pela vida, pela sua respiração, por tudo! São duas palavrinhas que depois que entram na nossa vida mudam tudo e pra melhor.

13. A SAÚDE MENTAL IMPORTA TANTO QUANTO A FÍSICA.
Eu já tive alguns períodos de autoestima baixíssima e, embora não tenha mais, ás vezes rola umas crises que não têm nada a ver com aparência. Isso me mostrou que cuidar da gente, fisica e mentalmente são de igual importância. O amor próprio é sobre isso: não adianta se sentir bem por fora e mal por dentro ou vice versa. 

14. NEM TODO MUNDO QUE VOCÊ AMA, VAI CORRESPONDER.
Já rolou de vocês se considerarem amigos de alguém e de repente perceberem que aquela pessoa não te considera tanto assim? Pois então, acontece e não é nossa culpa. É uma bosta, mas nós não temos como fazer ninguém corresponder aos nossos sentimentos. 
15. FEMINISMO É LIBERDADE.
E sororidade é tudo. Eu sei que talvez muitas de vocês não se considerem feministas ou tenham uma ideia meio errada do que é o movimento e eu juro que entendo vocês. Mas a verdade é que o feminismo é a pura e justa ideia da equidade social, política e econômica entre homens e mulheres. É o seu direito de falar que não quer ser uma dona de casa porque você quer trabalhar e ganhar o próprio dinheiro ou de falar "sim, EU quero ser dona de casa" sem impôr isso sobre outras mulheres. É o seu direito de escolha, é a sua liberdade. Mulheres são, sim, melhores unidas.

16. COLOQUE AMOR E DÊ O SEU MELHOR EM TUDO O QUE FIZER.
Sempre que eu me proponho a fazer alguma coisa, eu dou o meu melhor, principalmente se envolve outras pessoas. Acho que isso é algo que a gente deve levar pra vida, sabe? Afinal, se é pra fazer, melhor que seja bem feito.

17. FÉ É DIFERENTE DE RELIGIÃO.
Eu já passei anos na Igreja Católica, visitei Centros Espíritas e conheço bem a Umbanda, mas eu não me identifico com nenhuma delas, ou melhor, acredito um pouco em tudo e ao mesmo tempo não concordo com algumas coisas. Então, com o tempo eu percebi que não preciso de religião nenhuma e que isso não vai interferir na minha fé em Deus. (Maaaas, morro de curiosidade sobre o budismo, manas budistas se apresentem! hahaha)

18. ALGUNS RELACIONAMENTOS NÃO DURAM A VIDA TODA...
o que não quer dizer que eles não tenham sido reais. E isso vale pra todo tipo de relacionamento! Nós sempre achamos que vai durar pra sempre e ás vezes não rola. O importante é saber que isso não anula todos os momentos bons que a pessoa nos proporcionou e tudo o que aprendemos com ela. Todos mudamos e ás vezes as mudanças não se conectam como deveriam. É importante deixar ir e deixar ser eterno enquanto dure.
Foto: Element5 Digital
19. CONHECIMENTO NÃO OCUPA ESPAÇO.
Depois de passar um ano estudando pro vestibular e não ter passado, senti muito aquela sensação de que eu perdi tempo estudando pra nada, mas os meus pais sempre rebatiam com "Conhecimento não ocupa espaço!", e pior que é verdade. Conhecimento não ocupa nenhum espaço, pelo contrário, ele agrega muito mais à nossa vida e estudar nunca é um desperdício.

20. TÁ TODO MUNDO PERDIDO.
Quando eu era pequena eu achava que, aos 18, já teria minha vida todinha resolvida HAHAHA que piada, né minha gente? 20 anos na cara e eu não tenho a mínima ideia do que tô fazendo, mas é aí que tá: ninguém sabe hahaha! A vida é essa loucura mesmo e é aquilo: Deus escreve certo por linhas tortas.
Meu Deus do céu, que post ENORME! Me perdoem galera, mas espero que vocês tenham gostado mesmo assim, viu? O próximo post vai ser menor, prometo! hahaha Um beijão 

VEJA MAIS:
Me acompanhe também nas redes sociais: 
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo