18 julho 2014

Texto: Quem sou eu?

Foto: Tumblr
Mas quem foi que inventou essa coisa de “Fale sobre você” nas redes sociais? Eu mal sei quem eu sou, e vou ter que explicar pros outros também? Fala sério! Eu não vejo graça nenhuma em conhecer alguém desse jeito, assim, sabendo tudo de cara. O legal mesmo é desvendar as pessoas pedacinho por pedacinho, camada por camada. Pra mim, as pessoas são assim, como uma cebola, é estranho, mas é.  Cada pessoa tem sua camada, a de fora é aquela que ela mostra a todos, e cada camada representa um pouquinho a mais de confiança. Se você um dia conhecer alguém e conseguir retirar todas as suas camadas, bom, você é muito especial.
 Eu sei disso porque eu sou assim e talvez ninguém me conheça de verdade.  A minha camada de fora é um muro de proteção, e passar desse muro não é nada fácil. Quando se pensa em atravessar um muro, se tem que quebrar, atirar um canhão, ou qualquer coisa agressiva, certo? Errado. Se você quer passar do meu muro de proteção, da minha camada de fora, é preciso ir com calma. Eu sou difícil de desvendar, eu tenho dificuldade em confiar. Se você for uma pessoa esperta o bastante para não tentar destruir o muro com paus e pedras, talvez você consiga. Já pensou em escalar? Eu aposto que não, porque você pensou no jeito mais fácil. Mas nem sempre o fácil é o certo.
Talvez demore. É muito difícil achar alguém que pense e tenha paciência o suficiente para executar o jeito mais difícil. Mas um dia, quem sabe, alguém consiga. E até lá, até o dia que alguém conseguir me desvendar por inteiro, ganhar toda a minha confiança, tirar todas aquelas camadas de proteção, se um dia alguém conseguir escalar os muros, talvez também possa chegar até a porta que esconde meu coração, quem sabe até as janelas se abrirão e iluminarão o escuro que eu guardo dentro de mim. E quando isso acontecer e eu estiver sem muros de proteção e sem outras versões de mim, quando sobrar apenas o puro e genuíno eu, talvez esse alguém consiga explicar pra mim, afinal, quem eu sou.

27 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Adorei o texto, muito bom.. *--*

    Beeijos, ♥ || Te espero no meu blog ok?!

    http://www.paaradateen.com
    http://www.fb.com/paaradateen
    https://www.youtube.com/user/paaradateen/videos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por comentar la no meu blog !

      Beeijos, ♥ || @paradateen_

      http://www.paaradateen.com
      http://www.facebook.com/PAARADATEEN

      Excluir
  3. Yay, belo texto. Também penso assim.
    http://red-beaniel.blogspot.com | xoxo

    ResponderExcluir
  4. Gabi, cê escreve muito! <3
    Adorei, e adorei conhecer seu blog também! Em uma palavra? Inspirador :)
    Beijao
    www.vitaminatrendy.com

    ResponderExcluir
  5. Belo texto =D
    E o que vc disse é verdade e me identifiquei.. dificilmente consigo me descrever.. afinal eu me surpreendo todos os dias, com mudança de ideias e opiniões.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Texto pra lá de verdadeiro. Muitas vezes tentamos nos definir mas é IMPOSSÍVEL nos definir já que estamos em constante mudança. Nunca consigo me definir.
    Amei :3
    BlogInstagram

    ResponderExcluir
  7. Você escreve muito bem! Amei o texto, realmente: o legal é desvendar as pessoas pedacinho por pedacinho.
    Mas... essa referência com a cebola ficou meio estranha, BOLO! Todo mundo adora bolo e tem camadas haha XD zoeira never ends - desculpa, foi mais forte que eu
    De qualquer forma, adorei o texto :)

    bjs~~ http://trashyheroes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei seu comentário HAHAHAHAH Acho que escutei essa expressão com a cebola em algum seriado e acabou ficando na minha cabeça, mas realmente, o exemplo com o bolo ficaria mais bonitinho ^^

      Excluir
  8. Amei o texto, acho legal o "quem sou eu" porque essa é a minha primeira camada, a camada das primeiras impressoes, que vc decide se vai atravessar ou prefere ir embora. Acho que cada um tem um jeito de se expor e de estabelecer as suas camadas, e dai cada pessoa que tentar atravessa-las deve tentar entende-las também. Sempre respeitando os limites dos outros e os nossos proprios.
    beijao
    http://cheiade-alegria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, é exatamente isso que eu quis dizer com o texto! Que bom que consegui passar o meu pensamento ^^

      Excluir
  9. Minha flor, sabe que sempre pensei nisso ! Odeio aquelas aulas em que o professor pde para voce se descrever em 20 ou 30 linhas e as vezes ainda vale nota ! hahah' Concordo que é muito bom conhecer as pessoas aos poucos !
    Supe beijo querida! ♥
    http://carolinalbackes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém merece esse tipo de redação, né anjo?! Hahaha

      Excluir
  10. Muito bom o texto!
    Adorei!

    Sempre que me perguntam , fala um pouco sobre você eu congelo! rsrsrs

    Bjs
    www.garotadebotas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né?! É exatamente nessa hora que a gente acaba se esquecendo de tudo sobre nós mesmos hahah

      Excluir
  11. Querida,

    esse texto reflete bem o que eu sinto. é muito dificl se definir credo!

    www.acidamentesensivel.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    tarefa dificil essa de se descrever, mas, o bom é que nem sempre é possível!! parabéns pelo texto!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabriela! Seu texto ficou lindo e diz muito sobre mim também. Indiquei ele em uma TAG que fiz no meu blog: TAG Indicando Blogs
    Espero que goste e faça essa TAG também :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que amor!!! Muito obrigada pela indicação, xuxu <3

      Excluir